sexta-feira, agosto 05, 2005

 

Assim vai o País e o Mundo...

● O candidato do PS à Câmara de Lisboa, Manuel Maria Carrilho, responsabilizou hoje o vice-presidente da autarquia e candidato do PSD, Carmona Rodrigues, pela “decadência e degradação” da cidade e pelo aumento de dívidas da Câmara. “É [Carmona Rodrigues] o único responsável pelo estado de decadência e degradação da cidade de Lisboa e espero que assuma essa responsabilidade”, afirmou Manuel Maria Carrilho, durante uma visita ao Centro de Dia de São João Evangelista, em Lisboa. “No dia em que Pedro Santana Lopes tomou posse como primeiro-ministro, a dívida da Câmara de Lisboa aos fornecedores era de 100 milhões de euros. No dia em que voltou, passado oito meses de gestão de Carmona Rodrigues, a dívida era rigorosamente o dobro”, afirmou o candidato do PS.

● O candidato socialista à Câmara do Porto, Francisco Assis, reivindicou hoje a participação governamental em alguns investimentos na cidade, nomeadamente a requalificação da Via de Cintura Interna (VCI) e da Estrada da Circunvalação. “Há uma obrigação da parte do Governo de promover alguns investimentos no Porto, no pressuposto de que muitos deles são de carácter nacional. E a VCI é um caso muito concreto”, disse o candidato em conferência de imprensa. A Via de Cintura Interna “é atravessada diariamente por milhares de pessoas que não se deslocam nem a partir do Porto, nem tendo o Porto com o destino, mas afectando fortemente a cidade. Tem de se encontrar uma solução que também envolva o Estado”, acrescentou.

● Trinta e três fogos activos, 23 dos quais por circunscrever, lavraram em Portugal continental hoje às 16:25, de acordo com Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil (SNBPC). No total, 2.401 bombeiros estavam mobilizados em acções de combate, rescaldo e vigilância, auxiliados por 668 veículos e 25 meios aéreos (aviões ou helicópteros). A Protecção Civil contabilizava ainda oito incêndios em fase de rescaldo e um em vigilância. Os distritos de Aveiro, Leiria e Viseu eram os mais afectados, com sete fogos a lavrar em cada um dos dois primeiros e seis no último. O Instituto de Meteorologia prevê para hoje uma subida da temperatura máxima, com algumas zonas a ultrapassarem os 40 graus. Nove distritos estão hoje risco máximo de incêndio e sete em risco muito elevado.

● Os níveis de concentração de ozono, um gás poluente prejudicial à saúde, continuam elevados nos concelhos do Seixal e Barreiro durante a tarde de hoje, informaram as autoridades responsáveis da região. A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT) indicou que o valor de concentração daquele gás de 180 microgramas por metro cúbico, definido como limiar de informação ao público para este poluente, foi ultrapassado entre as 15:00 e as 16:00, atingindo valores mais altos no Barreiro.

●O governo moçambicano vai introduzir em Setembro os primeiros veículos públicos movidos a gás, visando minorar o problema dos transportes, na sequência do agravamento dos combustíveis no país, anunciou hoje a directora nacional dos Combustíveis. Primeiramente, os autocarros vão circular na capital moçambicana, Maputo, em virtude desta ser a única cidade que dispõe de terminais de gás proveniente do distrito de Pande, província de Inhambane, sul, disse Yolanda Cintura, sem avançar mais pormenores.

● O colombiano Jeobany Chacon (ASC-Chenco Jeans) tornou-se hoje o primeiro líder da Volta a Portugal em bicicleta, ao vencer isolado a etapa inaugural, que ligou Oeiras a Lisboa, na distância de 169,1 quilómetros. Chacon vestiu a camisola amarela após uma fuga de mais de 100 quilómetros, iniciada na companhia de mais quatro corredores, dos quais se distanciou a cerca de 40 quilómetros da meta.

● O divórcio entre Luís Figo e o Real Madrid, que se arrastava desde Maio, ficou hoje concluído, com o mais internacional dos portugueses a assinar pelo Inter de Milão, naquele que poderá ser o seu último desafio como futebolista. O primeiro “galáctico” da era Florentino Perez, e o primeiro a sair, assinou hoje pela equipa italiana, onde vai voltar a vestir a camisola 7, número que utiliza na selecção portuguesa e que envergou nos seis anos de Sporting.

●A forma como a obra de William Shakespeare foi recebida pela intelectualidade portuguesa no século XIX é estudada na obra “Shakespeare no Romantismo Português”, de Jorge Bastos da Silva, que agora chega às livrarias. Com chancela da Campo das Letras, o livro “Shakespeare no Romantismo Português - Factos, problemas, interpretações” analisa a forma como a obra dramática do bardo foi lida, representada, citada, traduzida e discutida no Portugal oitocentista.

●A Euronext Lisboa fechou hoje a subir 0,32 por cento, para 7.724,09 pontos, escapando às quedas das congéneres europeias pelo segundo dia consecutivo, ajudada pelos pesos-pesados.

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

eXTReMe Tracker