terça-feira, agosto 09, 2005

 

SUDOESTE 2005... e eu a falar em poucas árvores...

LIXO DO FESTIVAL SUDOESTE DÁ ORIGEM À PLANTAÇÃO DE 500 PINHEIROS
Zambujeira do Mar, Odemira, 08 Ago (Lusa) - Cerca de meio milhar de pinheiros foram plantados por espectadores da nona edição do Festival Sudoeste, que terminou na madrugada de hoje na Zambujeira do Mar, após terem trocado lixo recolhido no recinto do evento pelas pequenas árvores.A iniciativa, promovida pela TMN, patrocinadora oficial do festival, consistia na recolha, por parte dos interessados, de um conjunto de 20 copos de plástico.Em troca os "ecológicos" espectadores recebiam uma ficha (denominada Eco TMN) que dava a oportunidade de aceder a um "pinheirinho", com cerca de 25 centímetros."Foram plantados cerca de 500 pinheiros", disse à agência Lusa um dos responsáveis pelos pontos de troca de fichas pelas pequenas árvores.Acrescentou que o muito calor que se fez sentir durante os três primeiros dias do festival, aliado à grande afluência de automóveis nos parques de estacionamento - em terra batida - em redor da área de plantação "prejudicaram" o número de pinheiros plantados.Após adquirirem a árvore, os interessados baptizavam-na e recebiam um certificado com o seu nome, atestando a plantação."Houve situações giras, casais de namorados que plantaram só uma árvore e dizem que voltam cá para verem como cresceu", afirmou.A plantação decorreu numa área previamente determinada, a sul da Herdade da Casa Branca, recinto onde se realiza o Festival Sudoeste.A ideia da operadora de telecomunicações, que patrocina o Sudoeste pelo menos até 2007, é que os espectadores do festival possam efectivamente regressar à Herdade da Casa Branca e observar o desenvolvimento da árvore."É o ano zero desta iniciativa, foi pensada sem existir termo de comparação. À partida vai ter continuidade nos próximos anos" afirmou, por seu turno, Teresa Vilar, do departamento de Comunicação Institucional da TMN.Em cada dia, antes do início dos concertos, diversos grupos de jovens recolheram copos pelo recinto, transportando-os de seguida em sacos, posteriormente despejados em contentores gigantes."Contabilizámos cerca de 200 metros cúbicos de lixo recolhido pelos espectadores", adiantou Teresa Vilar.Por outro lado, e pela primeira vez em nove edições do Sudoeste, foram instalados Ecopontos na Herdade da Casa Branca, para a separação dos lixos.Álvaro Covões, da ?Música no Coração, promotora do evento, sublinhou a instalação dos Ecopontos, considerando que "acabou por resultar numa espécie de formação social". "É fundamental alertar para a necessidade de separar o lixo", disse."As pessoas vêm a um festival, divertem-se, mas um dia que tenham um copo ou uma garrafa de plástico na mão vão seguramente preocupar-se em colocá-lo no recipiente certo", concluiu.
JLS/Lusa

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

eXTReMe Tracker