quinta-feira, janeiro 11, 2007

 

Agradeço aos senhores do Metro...

Sou sindicalizado e defendo que os trabalhadores têm direito a lutar pelos seus intresses, mas, as formas de luta, hoje, têm de levar em conta o seu impacto na opinião pública.

Isto devido às sucessivas greves no Metropolitano de Lisboa.

Quem paga o passe para andar de Metro tem, nos últimos meses, sido confrontado com várias greves dos trabalhadores do Metropolitano.

Esta semana, em cinco dias úteis de trabalho, duas manhãs de greve.

Resultado: milhares de pessoas enfiadas no trânsito nos acessos a Lisboa e o caos total nas ruas da capital, e muita gente a dizer mal da vidinha e a rogar pragas aos senhores do Metro.

Não sei se assiste ou não razão aos trabalhadores - parace que querem manter algumas regalias que consquistaram há já alguns anos e renovar o acordo de empresa em vigor ( que julgo ser bom) - mas, mesmo tendo razão, terão a estratégia sob pena de ninguém os defender no futuro.

As sucessivas greves, deixando milhares de pessoas sem transporte e lançado o caos no trânsito, podem ter o efeito nefasto de virar o feitiço contra o feiticeiro.

Basta sair à rua e ouvir as pessoas. Há muita revolta. E tanto "leva" a administração da empresa como os trabalhadores.

Digo mais. Se neste momento tivesse aqui um senhor do Metro à minha frente, não teria coisas agradáveis para lhe dizer.

A continuar assim, qualquer dia, já ninguém pode ouvir falar nos senhores do Metro.

Por isso, fica o conselho, se me permitem: Antes de marcarem novas greves, pensem que estão a perder a população - todos aqueles que vos pagam o ordenado e as restantes regalias - que, no meio de tudo isto, é a mais prejudicada.

À consideração dos senhores do Metro.

Comments:
Chi o que vai nessa cabecinha...
Os homens fazem greve porque lhes estão a tentar tirar regalias, tem esse direito pela constituição...
Se a greve abala a população deviam ser os administradores do Metro e não os trabalhadores a ouvir...
Quem paga os ordenados é o patrão não são os utilizadores do metro... em dia de greve, levantar o rabinho da cama meia hora antes e rezar por haver transportes alternativos!
Isto não vai ficar por aqui... qualquer dia nem greve deixam fazer... lembro-me do 24 de Abril a fugir à frente da policia de choque... o mundo dá voltas e volta tudo ao mesmo!
CM
 
Nada disso, cameraman!

Eu não ponho eu causa o facto de eles fazerem greve. Nem o direito à greve.

Se acham que é a melhor forma de defender os seus direitos... eu não acho. Porque, ao fim de contas, conseguem pôr as pessoas contra eles.

Para além do mais, quem lhes paga o ordenado somos nós e a dobrar. Com os passes e os bilhetes e com os nossos impostos, pois trata-se de uma empresa do Estado.

Para além do mais, sei que têm regalias que muitos cidadãos não têm. Bom para eles, se as conseguirem manter. Nada contra.

O que acho é que, perdem mais do que ganham ao fazer greves sucessivas, pois as pessoas começam a não entender. E ficam revoltadas.
 
As pessoas que, como eu, estão fodi**s com a greve do metro dirigem o seu primeiro pensamento de raiva aos grevistas e não à administração. Não só vão perder o acordo como vão conseguir ter toda a opinião pública contra eles.
 
Tenho uma proposta a fazer.

Façam um mês de greve. Pelo menos, poupavamos um mês de salários.
 
Se as pessoas deixassem de andar de metro os trabalhadores não recebiam salário?
Os direitos foram conquistados, o que me interessa a mim se a empresa é do estado ou não... interessa-me é ter um bom serviço... Ora a dministração ao vir retirar regalias põe em causa a qualidade do serviço. quem não entende isto...
Foi assim que os jornalistas ficaram sem a Caixa de previdência e ninguem disse nada.... Ah e tal tinham mais regalias que os demais portugueses... tás a ver?
CM
 
Desculpa Cameraman,

Não posso concordar contigo.

Primeiro por que o serviço do Metro não é bom! Longe disso.

Costumas andar de metro? Quantas vezes a rede tem paragens por causa das avarias, quantas vezes queres comprar um bilhete e as bilheteiras estão fechadas, e etc...

Somos nós que pagamos duplamente um mau serviço que nos é prestado.

Por outro lado, no que diz respeito à Caixa dos Jornalistas, houve muitos protestos.

Por parte do sindicato e da própria presidente da Caixa, mãe do ministro António Costa, que fez ataque violentissímos ao Governo.

Eu também não concordo com a decisão e vai penalizar um sistema que saí mais barato ao Estado.

Podiamos apresentar aqui os nossos argumentos, mas obviamente seriamos acusados de ser parciais. E com razão.

De resto, não são apenas os jornalistas que ficaram sem essas regalias.

Há mais classes afectadas. E outras que ainda não o foram, mas deveria ser. É o caso dos políticos.

Se há casos em que não concordo, há outros em que dou razão ao Governo.

Há coisas que não fazem sentido existir, em especial na Função Pública.

Este é o país, onde o dia 26 de Dezembro é quase um feriado. E onde há revoltas pelo facto de um autarca decidir que, ao contrário da vergonha que atingue todo o país, no Porto o dia 26 de Dezembro era dia de trabalho.

Este é um país de faz de conta.
 
Eu parece-me é que se fez o 25 de Abril para nada...
Era melhor continuar a haver guerra colonial, pide/dgs, fascismo, censura, etc e tal
O pessoal nunca aprende... ou só aprende metade...
Ah e tal a malta é nova...
Logo terão 50 anos e logo verão como elas mordem!
PROBLEMAS HÀ EM TODO O MUNDO EM TODOS OS LADOS... o segredo é saber dar-lhe a volta!
CM
 
Cameraman,

Temos estado a debater este problema com todo o respeito.

Tu tens a tua opinião e eu a minha.

Acho que há pessoas neste país que têm regalias que são uma afronta ao resto da população - onde existe uma grande maioria que vive realemnte com dificuldades.

Dessas dificuldades ninguém fala.

Para mim, na Função Pública há muita gente que trabalha, sem dúvida. Mas, há muitos que só estão na FP, porque sempre quiseram ter uma vidinha garantida e cheia de regalias. Agora que as coisas estão a mudar é um "ai meu deus".

Vejamos o caso dos profs. O que eles não dizem é que se reformavam mais cedo que o geral da população e que nos últimos anos quase não davam aulas.

O que eles não dizem é que as reformas deles rondam os 2500 euros.

Vê quantos portugueses recebem essa reforma??????

Os polícias e os militares. Outro exemplo.

No último caso, regalias até mais não, para familaires incluídos.

Porque será que os militares se podem reformar tão cedo?

E porque podem estar na resreva aos 40 anos e depois participar à nossa custa em Big Brother e programas do género.

Depois, há 6 desgraçados que morrem a 20 metros da costa, num barco, mas ninguém os consegue salvar porque o mar estava bravo., porque havia redes, porque os helis tinha de estar 2 horas para levantar voo... e tal e não sei quê, não sei que mais?

Foi apurada alguma responsabilidade??? Há culpados??? Nada. Os homens morreram e ponto final.

O 25 de Abril foi bom, mas precisava de continuidade. E na minha opinião, foi feito à portuguesa. Pelo caminho perdeu-se o objectivo. Ficámos perdidos, no meio.

O nosso mundo está a mudar. Quem não perceber isso e não se adaptar; quem pensar que vai ter um emprego para toda a vida e para não fazer nada, está enganado.
 
Não faço ideia a quem estou a responde... mas prontos!
Nunca pus em causa a boa vida dos outros..
Sempre tentei trabalhar e ganhar o meu... pouco mas honrado..
Sempre houve ricos e pobres e gente a viver à custa do herário publico...
Tambem não percebo nada disso dos profs, dos militares e de todos mais... mas
Ninguem atina ter aulas com um prof de 60 anos (eu tive e não aprendi nada)
Acho que se devia era lutar para conseguir as regalias que eles tem... e não virarmo-nos contra quem faz greve...
Ainda me lembro logo depois do 25 de abril nas greves dos transportes, o metro, os bus e os comboios andavam sem cobrar bilhete... vierem logo os inteligentes dizer que assim não podia ser...
Se agora os padeiros fizessem greve e não houvesse pão... o pessoal morria à fome?
Nos outros paises não há greves?
Tanta pergunta sem resposta a bailar-me na cabeça!
honestamente estou-me fodendo para a greve do metro! Andem a pé!
CM
 
Dizes isso porque moras em Lisboa e não tens de chegar a hora ao trabalho. Por que, não é, assim tão simples como tu dizes.

Se todos andassem a pé, os senhores do Metro estavam sem emprego.

A mim não me peçam é para tomar as dores de gajos que já têm medicamentos a mais.

Querem manter regalias milionárias e depois temos de andar a aturar as greves deste gajos.

Nem pensar!!!

Não me custa dar razão a gajos que têm razão, o que não é este caso.
 
Pois há casos e casos... quando toca para o nosso lado... GREVE?... que horror!
CM

PS Isto como anda o país já nem devia haver 13º mês, nem férias, feriados eram só os essenciais, 48 horas semanais de volta, nada de greves, policia politica, etc, etc...
 
Em Lisboa ainda há buses da carris, comboios, eléctricos e taxis é só escolher...
CM
 
Tás a confundir tudo. Metes tudo no mesmo saco.

Assim não vale a pena debater.

O post o que diz é que os senhores do metro estão a pôr as pessoas contra eles, e devem levar isso em conta.

Se querem fazer greve façam. Se acham que o devem fazer, não sou eu que me vou opor a isso.

Sou pelo direito à Greve de forma responsável.

Não é prejudicando milhares de pessoas que se vence uma batalha destas. é normal que as pessoas se revoltem!!! E com razão.
 
Como é que empresas como a TAP, CP, Metro, Carris, etc fazem greve?
é melhor não pensarem nisso porque os utentes coitados não vão entender...
E assim vai o mundo...
infelizmente...
CM
 
O amigo Cameraman esqueçe que há greves e greves, ou seja, há motivos razoáveis para se fazer greve e outros não...A greve pela greve é um absurdo.

Há direitos conquistados, mas também há «absurdos» conquistados, e esses não tem razao de existir, só porque foram uma «conquista de Abril»

PS: Não sou o mesmo Anónimo que escreveu aqui nos comentários anteriores.
 
Pois já vi... o pessoal não gosta de dar a cara... manias!
O PESSOAL DO METRO DEVE SER TODO ESTÚPIDO PARA FAZEREM 100% GREVE...
DEVEM ANDAR TODOS COM VONTADE DE CHATEAR OS UTENTES... DEVE SER ISSO!
anónimo nº3
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

eXTReMe Tracker